O Lar a Luz da Biblia

Constituição do primeiro lar- Gênesis 1:27 e 28

A luz da Bíblia o lar é constituído através do casamento civil, e nos ensinos bíblicos com união de um homem e uma mulher. Nas leis brasileiras existem três tipos de casamentos que devem ser acordados entre os que querem se casar.

1º) Casamento com comunhão universal de bens.

2º) Casamento com comunhão parcial de bens.

3º) Casamento com separação total de bens.

O primeiro, ambos passam a ter partes nos bens um do outro, mesmo os adquiridos antes de se casarem, por isso esse casamento é chamado de comunhão universal de bens.

O segundo, ambos só terão partes nos bens adquiridos após o casamento.

O terceiro nenhum dos dois terá partes nos bens um do outro, nem nos bens antes adquiridos e nem nos adquiridos posterior ao casamento. Nesse caso cada qual deve cuidar do que é seu, porque na morte de um deles somente seus familiares anteriores ao casamento é que serão os legítimos herdeiros e não terão parte os familiares do que ficar vivo. O casal enquanto vive poderá adquirir bens e registrar (escriturar oficialmente) no nome de ambos, nesse caso o que ficar vivo terá sua parte e na morte de ambos, os familiares tanto de um lado como do outro terão partes nos bens deixados. 

 Deus, Criador de todas as coisas realizou o primeiro casamento constituindo assim o primeiro lar através do primeiro casal, Adão e Eva, para viverem lado a lado com respeito e santidade para uma procriação que deveria ser realizada pelo ato sexual prazeroso sem pecado, que deveria e deve ser realizado conforme os ensinos bíblicos. Os descendentes do primeiro casal deveriam encher a terra, isto é, povoa-la, com o que ela se transformaria sem duvida em um jardim maravilhoso e abençoado pelo Pai eterno, mas o pecado sendo introduzido no mundo pelo primeiro casal, transtornou tudo como vemos hoje, o sexo livre, pura imundície e profanação total, uma miséria sem igual.

Pensando nisso resolvemos escrever dentro de nossos limites algo que possa orientar a juventude e os casais que muitas vezes enfrentam problemas e não sabem como resolvê-los criando maiores problemas e levando muitos lares à destruição. Às vezes ficam acanhados de exporem assuntos que são de foro intimo e de fato esses assuntos somente devem ser tratados com pessoas certas, equilibradas e responsáveis. Sou casado há mais de meio século e somente com uma mulher, a mulher da minha mocidade a quem devo ser leal conforme está escrito em (Malaquias 2:15) “E não fez ele somente um, sobejando-lhe espírito? E por que somente um? Ele buscava uma semente de piedosos; portanto, guardai-vos em vosso espírito, e ninguém seja desleal para com a mulher da sua mocidade”. É com ela que devemos nos alegrar (Provérbios 5:18) “Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade”. (Há de se entender que essa lealdade sempre será requerida por todos, inclusive porque aqueles que ficam viúvos e se casam pela segunda ou mais vezes terão que ser leais um ao outro de igual modo).

Um lar sadio pode ser comparado com um cantinho do céu, ele terá força para enfrentar os revezes que por certo virão. O sexo é um prazer que faz parte da vida de um casal.

Todos os que pretendam constituir um lar precisam orar muito, solicitando a direção de Deus, pois é assunto sério e não podemos resolvê-lo por arrogância ou pelo nosso instinto carnais.

Muitos lares são constituídos de qualquer maneira, casam-se por interesses em bens do outro, casam-se pela aparência física ou sensual. Outros somente por causa do sexo, etc. Dificilmente esses lares permanecerão por muito tempo porque neles faltam duas coisas essenciais; a benção de Deus e o amor recíproco. Hoje o casamento está quase em extinção, muitos não duram um ano, outros terminam logo no inicio e outros nem querem se casar, dizem estamos morando juntos vai tudo bem para que casar, esquecendo ou não sabendo que casamento para constituição do lar foi exigido por Deus para gloria do Seu Bendito Nome.

O lar constituído sob a proteção de Deus é duradouro e só termina com a morte de um dos dois, salvo quando um deles se desvia praticando a infidelidade aí então tudo se arruína.

É necessário muito amor, fidelidade e obediência aos ensinos sagrados, têm que haver paciência, renuncia e muita compreensão porque a vida a dois é bem diferente da anterior, antes éramos livres, após o casamento temos obrigações conjugais, temos que ter comunicação, se sairmos para resolver algo e precisarmos demorar mais do que o previsto devemos comunicar ao outro a situação para que não haja preocupação desnecessária, há pessoas que se consideram absolutas e não se comunicam de modo algum trazendo com isso dissabores ao lar. Alias, essas comunicações deveriam existir até mesmo antes do casamento, pois nada custa ao jovem ou a jovem comunicar a seus pais ou familiares quando se fizer necessário.

Filhos

Mais cedo ou mais tarde chegam os filhos e é obvio que eles vêm por intermédio de uma relação sexual e com a chegada dos filhos aumentam a responsabilidade de ambos sendo necessário dividirem os trabalhos que terão com a criança, cuidado com a casa, com bom testemunho, nos cuidados e nos ensinos, em tudo. Há homens que não ajudam as esposas em nada, não trocam uma criança, não arrumam uma cozinha, não fazem nem um café, querem ser rei e só se tornam amáveis na hora do sexo. Em nada diminui o esposo em ajudar a esposa cuidar da casa e dos filhos.

Na Infância

A infância vai aproximadamente até os doze anos e os pais devem estar mais atentos quanto à formação de seus filhos para que eles não sejam levados a desvios perigosos. Na adolescência poderão ser levados pelos vícios, pelas drogas e principalmente pelos desvios sexuais, tais como: homossexualismo, lesbianismo ou até pela rejeição ao sexo o que não é normal. Não podendo criá-los na rua deixando a mercê de todo mal. Citaremos mais abaixo alguns meios que poderão levar a criança ou o adolescente aos indesejáveis desvios da vida normal. Seja menino ou menina, a criança precisa de apoio principalmente dos pais e ensinos adequados tendo como base a Bíblia Sagrada. Muitos pais desejavam que fosse menina e nasceu um menino em vez de agradecer a Deus pela criança começam a desprezá-la e crianças sem o apoio e sem o carinho do pai e da mãe se apegam àquele que mais as agrada e isso é perigoso, podendo levá-las para o mal. Muitos pais só tratam os filhos aos gritos e muitas vezes com palavrões.

Ensinos errados

Citaremos alguns ensinos errados que poderão ser ministrados as crianças ainda na infância.
Uma menina recebendo ensino como se fosse menino poderá se extraviar por caminhos errados e difíceis de retorno ao bom e correto caminho. Deve os pais ensinar a menina ter prazer nas coisas femininas e nunca ensina-la como menino. Muitos sem pensar compram brinquedos masculinos, tratam-nas como se fosse o filhinho desejado. A menina passa a ter mais interesses pela área masculina sendo então forte candidata a se tornar uma lésbica ou outros desvarios da vida. Nunca queira fazer da menina um menino!

Da mesma maneira os meninos tratados como menina, cujos pais desejaram que a criança fosse menina tratam o menino dizendo minha filhinha e ensinam-no nas tarefas somente femininas, compram brinquedos femininos então o menino passa a ter mais vontade de estar com as meninas começam a andar se requebrando, quando proferem palavras se gesticulam como mulher, passa a ter prazer em brincar com bonecas, fazer comidinhas, lavar roupinhas, quando se tornam adolescentes ou jovens não se afeiçoam pelo sexo oposto, não tem interesse em namorar, isso é anormal porque na adolescência se iniciam os impulsos sexuais, assim estará ele a um passo de se tornar um homossexual, desejando relacionamentos somente com o mesmo sexo, para tristeza daqueles que conhecem os ensinos bíblicos, principalmente para os pais.

A Bíblia tem o método correto para criar os filhos basta segui-lo.

Erram brincando e Brigando

Brincando muitos pais ensinam seus filhos (crianças) a desrespeitar as mães, a aborrecê-las com palavras tais como: Boba, feia, só gosto do papai. Esse erro tanto é cometido pelo pai e pela mãe, fazem por brincadeira, mas é muito errado porque cresce agindo assim e pode ter conseqüências imprevisíveis, até divisão familiar.
Brigando, muitos casais costumam dirigir um ao outro, com palavras de ofensas, de menosprezos, humilham um ao outro com palavras pejorativas, palavrões e muitas vezes com gestos não recomendáveis e principalmente diante dos filhos, demonstrando assim falta de amor e consideração mutua. Seria melhor um tratamento carinhoso e de respeito porque a primeira escola da criança é sem duvida o lar onde aprendem os princípios educacionais, ensinando-as, ainda é difícil porque hoje a televisão e a internet podem influir negativamente na formação deles com seus programas que muitas vezes inconvenientes para o adolescente, se bem que tem programas que nem deveriam existir porque não trazem nenhum beneficio ao ser humano. 

Metas e diretrizes para criar os filhos

A Bíblia tem as metas e diretrizes a serem obedecidas, examinem o que diz em (Provérbios 22:6) “Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele”. Isso se entende que é para ambos, menino ou menina.

Hoje não é fácil criar os filhos nos ensinos bíblicos dado que o mundo com a globalização e através da televisão e outros meios de comunicações apresentam às crianças e adolescentes cenas de sexos explícitos, cenas de violências e etc. Não tendo maturidade e estruturas necessárias, o que era para ser benéfico passa a ser maléfico levando os adolescentes a sentir desejo de praticar tais atos iniciando a atividade sexual de maneira errada e fora de tempo, ficando expostos a doenças venéreas inclusive a AIDS e muitos se tornam marginal vivendo uma vida de infortúnio e miséria. Porque a adolescência é uma faze perigosa para formação do ser humano, é preciso muito amor e carinho no lidar com o adolescente, porém, é necessário também ser firme nos ensinos com autoridade paterna, nunca ser conivente com atos errados, pois isso os levará ao mal. Mesmo ensinando e exigindo há as exceções e alguns mesmo recebendo os ensinos  sagrados ainda se desviam por terríveis caminhos, trazendo angustia para toda família.

Sabemos que esses ensinos através da televisão e da imprensa escrita e falada têm como objetivo ensinar e prevenir contra o perigo, mas na mente ainda imatura, produzem efeito ao contrario tornando-os presas fáceis do desequilíbrio total da formação ainda em faze inicial. Esses ensinos estão sendo ministrados de acordo com a lógica humana e não tendo como base os ensinos bíblicos. Tenhamos cuidados com os pequenos.

Nestes últimos tempos estamos perplexos em ver o desenrolar das coisas com efeitos contrários aos desejados, jovens, adolescentes e crianças tornando-se marginais que tiram a vida de pessoas por bagatela, talvez se enveredam por esses caminhos pela influencia de filmes de violências, novelas que apresentam cenas impróprias que podem induzir á infidelidade conjugal e outros tipos de delinqüências.

O desenfreamento da imoralidade tem causado muitos males à sociedade, quantos pais de família têm sido assassinados por delinqüentes menores, praticamente por nada, deixando crianças órfãs, aí surgem os pais dos direitos humanos e até certos religiosos em defesa desses menores infratores, esquecem eles dos direitos dos que cujas vidas foram ceifadas brutalmente, a nosso ver quem tem estrutura para votar até para presidente da republica deve também ter condições de responder pelos crimes que praticam. Quantas esposas e crianças cujos maridos e pais foram assassinados ficam a mercê da vida por terem perdido aquele que lhes davam o carinho e o sustento, onde ficam os tais defensores dos direitos dos menores que tais coisas praticam e não defendem os que ficaram órfãos? Pobre mundo que vivemos!

Terão por certo muita alegria os pais que ensinarem seus filhos a obedecerem aos ensinos santos da Bíblia, porque os que aprendem e obedecem aos ensinos sagrados por certo serão pessoas honestas, sinceras, de muito respeito e útil a sociedade, a família e a nação, com raras exceções. Eis um exemplo de uma família que usava os santos ensinos na educação dos filhos, veja o que Paulo diz em (2 Timóteo 3:15) “E que, desde a tua meninice, sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus”.

Não há maneira mais eficaz de ensinar as crianças do que os ensinos de Jesus Cristo. A Bíblia é a escola e a professora por excelência! O lar é a sala onde se deve iniciar o ensino, a igreja a extensão do mesmo.

As Obrigações dos Pais.

Os pais devem entender que o lar é a escola base da formação dos filhos. Em uma escola secular os filhos vão receber a educação e cultura para conhecimentos intelectuais, mas os princípios da educação em si devem vir da base que se chama lar cujos professores são os pais. Os pais devem criar seus filhos no temor de Deus. Infelizmente há lares que são verdadeiras escolas do mal, onde se formam pessoas revoltadas. Os filhos não recebem um carinho, uma palavra amiga. Às vezes quando um corrige os filhos pequenos o outro agrada e isso é imensamente prejudicial. Outras vezes o pai deixa o ensinar a criança só para a mãe ou ao contrario a mãe deixa só para o pai, mas a responsabilidade é de ambos. Muitos pais dão tanta liberdade para as crianças que elas vivem na rua aprendendo o que nunca deveriam aprender, não respeitam os mais velhos, na igreja os pais deixam-nas correrem pelos corredores durante o culto, sobem em cima dos bancos e ainda os pais dizem essa criança não tem jeito, é peralta, mas quem não tem jeito são os pais que não vêem que ela está aprendendo a não reverenciar os trabalhos de Deus. Hoje se vê pessoas dizendo que devemos deixar as crianças livres para viverem como quiserem, mas esse ensino não tem aprovação bíblica, pois a Bíblia nos diz o seguinte: (Provérbios 22:6) “Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele”. E muitas vezes se torna necessário vara da correção, veja o que diz Salomão em (Provérbios 22:15) “A estultícia está ligada ao coração do menino, mas a vara da correção a afugentará dele”. Porém, toda correção deve ser feita com amor e compreensão, sem agrado e sem violência. Para educar as nossas crianças devemos ter a Bíblia como base, pois ela é a Palavra de Deus! Nunca permitir que sejam educados através da babá eletrônica, (televisão).  

A responsabilidade dos pais é muito grande, não é só no educar, ela abrange até nas compras de roupas, brinquedos, no modo de se comportarem, pois a criança percebe tudo até nossos gestos muitas vezes irreverentes e não recomendáveis, elas observam e guardam tudo. Os pais devem ser os melhores amigos dos filhos nunca humilha-los perante outras pessoas, sempre requerendo que sejam bem comportados. Não podemos censurá-las em tudo, mas devemos também elogia-las quando realizam coisas corretas. Devemos dar atenção quando uma criança nos perguntarem alguma coisa. Tem pais que só sabem gritar e repreende-las, nunca tem uma palavra de carinho. Não mantém  dialogo algum com os filhos. Devemos ensina-las com amor, mas também com firmeza.

 

Planejamento Familiar.

Somos favoráveis ao planejamento familiar. Todo casal deve fazer esse planejamento familiar baseando em suas condições financeiras para poderem criar seus filhos dando-lhes orientações, educação para uma vida digna mesmo que seja humilde, porém, honrada.

Muitos casais enchem a casa de filhos crendo que é pecado evitar e depois não tem condições suficientes para criá-los, principalmente quando eles chegam à adolescência onde os gastos e os cuidados aumentam. Então muitos colocam seus filhos para trabalharem para ajudarem na manutenção do lar quando deveriam estar estudando para terem um futuro digno. Outros os deixam a mercê das ruas onde poderão seguirem caminhos tremendamente perigosos. Outros achando que o planejamento familiar é pecado e citam a Bíblia onde diz: “Uni-vos, multiplicai-vos e enchei a terra”. A terra já está cheia, Deus ordenou somente encher a terra, não com exageros. As organizações mundiais já não sabem o que fazer com a superpopulação na terra.

Se o rendimento familiar for pequeno como poderá ter muitos filhos? Planeje sua família dentro de suas possibilidades, um ou mais filhos. Examine a parte financeira do lar se tem condições para sustentar os filhos até eles terem o preparo necessário para vida o que não é fácil, muitos pais pensam que as maiores despesas com os filhos são enquanto pequeninos, mas se enganam muito com isso, porque na idade escolar é que as despesas aumentam e muito. Outros alegam que a Bíblia diz que os filhos são bênçãos e enchem a casa de filhos, conheço pastores e irmãos que assim pensaram e encheram a casa de filhos e hoje uma boa parte deles estão desviados dos caminhos de Deus, alguns se enveredaram pelas drogas, tornando-se em marginais cujo fim pode ser a morte ou a cadeia. Os pais se esqueceram que Jesus disse para sermos prudentes e sendo imprudentes não planejaram suas famílias. Temos que examinar a Bíblia nos textos e contextos. A Igreja Católica Romana é contra planejamento familiar, mas nos não temos nada com isso, ficaremos sempre com a Bíblia. Como pode os líderes da igreja Católica ensinar contra o planejamento familiar se eles nunca se casaram e até são proibido de constituírem família, contrariando a ordem bíblica conforme está escrito em (1 Timóteo 3:2 e 5) “Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar, (...) (porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?”).

 

Aborto.

Somos categoricamente contra o aborto provocado! Neste assunto a Igreja Católica também e contra e muito contra. Quem pratica o aborto pratica um terrível crime, essa é a verdade.

Se a esposa engravidou não provoque aborto de modo algum, porque isso é crime, é assassinato de um ser indefeso, é pecado bárbaro, hediondo e horrível, se alguém provocou aborto recorra à misericórdia de Deus pedindo lhe perdão. Existem muitos meios de evitar uma gravidez sem pecar, além do planejamento o casal deve consultar um medico, que por certo receitará o medicamento ou indicará um preservativo adequado para evitarem a gravidez porque a vida não começa com a relação sexual e sim com fertilização do óvulo, após a fertilização em hipótese alguma poderá ser interrompida a gravidez. Pode acontecer aborto não provocado aí nada poderá ser feito porque a pessoa não desejou isso foi involuntário. O aborto só poderá ser realizado quando o medico alegar que a mãe não sobreviverá ao parto e assim mesmo deve pensar muito e consultar mais de um profissional para saber o caminho a tomar.

Opções do Sexo, Homossexualismo e Lesbianismo

Não existem opções de sexo após o inicio da gestação, porém hoje no mundo dizem que sexo pode ser opção da pessoa, mas os que lêem a Bíblia sabem perfeitamente que nessa área não existe nenhum tipo de opção, porque quem nasceu homem é homem e não mulher e as que nasceram mulher nunca poderão ser homens e mesmo porque, antes do nascimento os pais já ficam sabendo o sexo do bebe e como poderá posteriormente haver opção?

Homem com homem ou mulher com mulher por acaso poderão procriar? Se não existe essa possibilidade é porque tal coisa é contrario a natureza e logo é uma aberração, profanação e pecado. Outros alegam que esses problemas estão ligados aos hormônios, sabemos que pode existir caso sim, ligados a hormônios, mas nesses casos deve a pessoa solicitar tratamento medico que por certo reverterá o problema. Noventa e nove por cento são erros no modo que foram criados e por influencia maligna, não podemos aceitar que tudo seja efeito de hormônio e sim a pratica de terrível abominação, então nós ficaremos com os ensinos bíblicos, temos, por exemplo os acontecimentos com as cidades de Sodoma e Gomorra que foram destruídas por Deus por praticarem essas abominações. Esses atos futuramente trarão sem duvida problemas para a igreja. São atos pecaminosos incontestavelmente. É certo que poderá uma criança ter anomalias na formação genética desde o inicio da gestação e vir a nascer com órgãos masculinos e femininos, disso temos tido conhecimento através da mídia, esses casos a medicina poderá resolvê-los, mas opção para escolha de sexo para quem não teve esse tipo de problema é pura fantasia maligna. Observem como Deus criou o homem e a mulher, (Gênesis 1:27) “E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou”. Não consta na Bíblia outro tipo de sexo e nem opções.

As Leis na Terra Sobre Opções de Sexo

O mundo está no maligno diz em (1 João 5:19) “Sabemos que somos de Deus e que todo o mundo está no maligno”.
Hoje no mundo estão aprovando leis sobre o homossexualismo ou o lesbianismo dizendo que são opções, podendo pessoas do mesmo sexo casar-se e com os mesmos direitos do casamento entre o macho e fêmea contrariando completamente os ensinos de Deus que condena esses atos, (Levítico 18:22) “Com varão te não deitarás, como se fosse mulher: abominação é”. E em (1 Coríntios 6:10) “Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o Reino de Deus”. Para os homens podem parecer corretas tais leis, mas elas são reprovadas pelos ensinos sagrados. Nada temos contra as pessoas, mas não aprovamos de modo algum esses atos de opções.

O Casal e a Vida Intima

Ninguém é tão inocente que não sabe que o sexo faz parte da vida conjugal é parte essencial para ambos afim de não caírem em pecado e o lar não ser destruído. O sexo é normal entre esposo e esposa e deve ser também de forma normal, correta e com respeito mutuo. Deus os fez macho e fêmea e tudo o que Deus fez e faz é correto e santo. O ato sexual é o prazer da carne sem pecado e também para procriação, só devem ser realizados entre marido e mulher e conforme os ensinos sagrados. Tanto os homens como as mulheres se casam porque sentem necessidade de sexo, não tem como negar, isso é natural do ser humano.

Dentro de quatro paredes de um quarto o marido e mulher, poderão praticarem atos pecaminosos iguais ao adultério, prostituição e sodomia, para isso não acontecer temos que observar os ensinos da Bíblia como deve ser a nossa vida e nosso leito, vejamos o que diz em (Hebreus 13:4) “Venerado seja entre todos, o matrimônio e o leito sem mácula; porém aos que se dão à prostituição e aos adúlteros Deus os julgará”.

A infidelidade não deve existir porque ela é o próprio adultério.

A pratica da sodomia, sexo anal ou oral não pode existirem no lar cristão. O prazer sexual (orgasmo) é sempre igual porque praticar esses atos nefandos se o orgasmo é o fim da relação sexual e ele não é maior ou menor nas praticas condenadas pela Bíblia? Assim sendo porque cometer esse pecado?

Deus é santo e não tolera essas abominações, Veja o que o Apostolo Paulo diz em (Romanos 1:24 a 27) “Pelo que também Deus os entregou às concupiscências do seu coração, à imundícia, para desonrarem o seu corpo entre si; pois mudaram a verdade de Deus em mentira e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém! Pelo que Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro”.

Essas coisas não podemos nem menciona-las, (Efésios 5:12) “Porque o que eles fazem em oculto, até dizê-lo é torpe”.

Nossas intimidades devem ser feitas com máximo de respeito e nunca na presença de outras pessoas e muito menos na presença de crianças. Conheci um casal que praticavam sexo total e explicito na frente de seus filhos adolescentes e esses contavam a qualquer pessoa tudo o que viam seus pais praticarem durante o ato sexual como se isso fosse normal. Pasmem-se eles se diziam evangélicos.

Há muitos anos atrás eu trabalhava na então Companhia Paulista de Estrada de Ferro, em Marilia e um colega de trabalho casou-se e após as núpcias o jovem voltou ao trabalho e relatava aos demais colegas todos os atos sexuais que praticara com sua esposa durante as núpcias, não só dos dias de núpcias, mas continuava a relatar todos os dias como tinha sido a noite anterior. Nesse tempo eu era presbítero da igreja Assembléia de Deus em Marilia, vendo eu que os colegas faziam tremendo comentário do que o recém-casado lhes contava, e mesmo sabendo eu que o referido jovem não era evangélico resolvi tomar providencias; chamei-o em particular e o fiz ver como estava cometendo um grave erro e detrimento de sua esposa e a si mesmo caindo no ridículo. Ensinei-o que esses atos devem ser de sigilo absoluto e exclusivo do casal para respeito no matrimonio. Disse-lhe, ela é sua esposa ame-a e respeite-a com carinho e sejam felizes. Aquele jovem me agradeceu muito, caindo em si e com vergonha do que tinha feito disse-me; que loucura fiz eu e agora como continuarei trabalhando aqui? No mesmo dia ele solicitou da empresa remoção para outra cidade no que foi atendido. Antes de se mudar voltou me agradecer. Tudo seja para gloria do nome de Jesus.

Sexo entre Marido e Esposa.

O sexo entre marido e mulher foi concedido por Deus deve ser realizado em harmonia com Seus ensinos é o momento de prazer carnal sem pecado e também para procriação mesmo assim não deixa de ser vaidade, porém essa vaidade não é pecado, (Eclesiastes 9:9) “Goza a vida com a mulher que amas, todos os dias de vida da tua vaidade; os quais Deus te deu debaixo do sol, todos os dias da tua vaidade; porque esta é a tua porção nesta vida e do teu trabalho que tu fizeste debaixo do sol”.

Não se devem ultrapassar os mandamentos bíblicos. As caricias intimas entre esposo e esposa quase sempre culminam com o ato sexual, isso é natural e deve existir e ser de extrema particularidade entre ambos. Esses assuntos não devem serem comentados com qualquer um, quando surgir problemas consultem um medico ou com raras exceções  consultar pessoas idôneas em quem haja respeito absoluto, caso contrario o casal cairá no ridículo e será alvo de pilherias. O pastor poderá ajudar o casal que tiver esses problemas, e pela ética pastoral terá que guardar sigilo absoluto e para sempre.

Há homens e mulheres que são insaciáveis nessa área, mas nós  devemos ser controlado porque os exageros são prejudiciais à saúde física como também para a espiritual porque esse é um ato carnal sem pecado, mas não podemos viver só na vontade da carne.

Para o mundo tudo é normal e aceito, porém, para o cristão existe a orientação bíblica e na pratica desse ato deve haver carinho e agrado entre ambos, (I Cor. 7:33 e 34) “Mas o que é casado cuida das coisas do mundo, em como há de agradar à mulher. Há diferença entre a mulher casada e a virgem: a solteira cuida das coisas do Senhor para ser santa, tanto no corpo como no espírito; porém a casada cuida das coisas do mundo, em como há de agradar ao marido”.

O sexo se torna mais prazeroso se existir amor sincero e higiene adequada, até um perfume se for possível deve ser usado, veja o que diz Salomão a respeito em (Cantares 3:6) “Quem é esta que sobe do deserto, como colunas de fumaça, perfumada de mirra, de incenso e de toda a sorte de pós aromáticos”? E ainda em (Cantares 7:12) “Levantemo-nos de manhã para ir às vinhas, vejamos se florescem as vides, se abre a flor, se já brotam as romeiras; ali te darei o meu grande amor”. E em (Cantares 7:6) “Quão formosa e quão aprazível és, ó amor em delícias”!

Se no lugar de higiene, limpeza e do bom cheiro houver mau cheiro, suor e outras coisas como será o relacionamento? Péssimo.

 Muitos condenam as mulheres por depilarem as pernas e em baixo dos braços, mas isso faz parte da higiene, pois não é descente os homens barbear-se e também andar sempre limpo? A limpeza e toda higiene se faz necessário para ambos, existem homens cheirando gambá e as mulheres também tem o direito de exigir o bom cheiro para o prazer ser completo. O ato sexual como relata Salomão é a expressão do amor e aponta para o amor de Cristo pela Igreja. Na união sexual marido e mulher tornam se uma só carne.

Rejeição

Muitas esposas para dominar o esposo rejeitam o ato sexual e muitos esposos pensam que elas são maquinas a sua disposição para usá-las e manobra-las conforme seus instintos carnais muitas vezes incontroláveis e fora dos padrões dos bíblicos.

Tem que haver compreensão mutua a mulher nunca deve rejeitar seu marido a não ser por motivo justo como; saúde abalada, dores fortes e etc. Mas subjugar o marido com sexo nunca, também os homens devem ser compreensíveis e nunca forçar a esposa quando elas não tiverem condições para tal. O ato sexual deve ser realizado com consentimento, com amor, e carinho espontâneo, porque ao contrario o ato perderá o sentido e por certo provocará o esfriamento do amor conjugal, tornando-o como estupro.

Deverá haver períodos reservados para jejuns, consagrações com orações quando então será necessário abstenção total de sexo e intimidades, por serem momentos de estar na presença de Deus, de corpo e alma. Essa abstenção é exigida por Deus em (Êxodo 19:14 e 15) “Então, Moisés desceu do monte ao povo e santificou o povo; e lavaram as suas vestes. E disse ao povo: Estai prontos ao terceiro dia; e não chegueis a mulher”. E ainda em (1 Coríntios 7:5) “Não vos defraudeis um ao outro, senão por consentimento mútuo, por algum tempo, para vos aplicardes à oração; e, depois, ajuntai-vos outra vez, para que Satanás vos não tente pela vossa incontinência”. Essa abstenção deve ser sem exageros. Certa ocasião que eu participava de um culto em Campinas SP, fui convidado pelo Pastor para com ele falarmos com uma irmã que segundo ele me disse, ela jejuava de 10 a 15 dias consecutivos fazia uma pausa de um dia e voltava a jejuar e isso continuamente deixando o marido a ver navios como diz o adágio português. Nem fazia as refeições para não provar os alimentos dizendo que estava em santidade. O marido procurou o pastor explicou a situação prometendo deixa-la se ela continuasse com esses exageros. O pastor chamando-a disse lhe que se ela continuasse a jejuar daquela maneira ela seria sumariamente disciplinada.

Tenho conhecimento de irmãs que rejeitam seus maridos por desforra por algo que eles fizeram que elas não gostaram, outras dizem sempre não ter condições para isso sempre apresentam desculpas inverídicas, isso se torna um perigo porque hoje as ofertas malignas são muitas que se tornam em portas para o maligno entrar e destruir o lar. A rejeição é perigosa tanto para o homem como para a mulher os “direitos” são iguais.

Em contra tempo também há homens que gostam de humilhar suas esposas e ao invés de ter uma palavra de carinho pelo menos nessas horas, eles dizem, você é fria, você não é de nada. Como ela poderá ter o prazer se é tão humilhada? Há muitos casais que entre ambos não existe nem um abraço nem um beijo se quer, e na hora de praticarem o sexo dizem; ande logo, tenho nojo não precisa de tanta coisa, um magoando o outro e aquilo que devia ser de prazer torna se vulnerável.

Há muitas maneiras do casal pecar, por exemplo: Praticar sexo anal ou oral além de ser nojento e imundo é pecado que Deus condena mesmo é só lembrarmos o que aconteceu com Sodoma e Gomorra, fere os princípios naturais e é muito humilhante para uma mulher cristã. É profanação, humilhação e anti-higiênico.

 Também existem casais que querem ser santo demais, nem de roupa se trocam perto um do outro, nem um banho tomam juntos e muitas vezes nem para praticar o sexo tiram a roupa acham essas coisas indecentes sem necessidade, mas isso é engano um banho juntos em vez em quando é até saudável. A Bíblia diz que o casal torna-se uma só carne, como poderei ter vergonha disso, como isso pode ser indecente? Não somos puritanos, essas coisas fazem parte da vida e foi Deus quem nos fez assim. Em Cantares cap. 4 e 7, Salomão descreve todo o corpo da esposa dos pés a cabeça sempre a elogiando. Isso nos prova que eles praticavam o sexo completamente nu nada tendo de indecente. Indecente é o casal ao deitar virar as costas um para o outro, emburrados, bufando de raiva outros até separam de quartos ou de cama. O sexo em si não leva ao amor, mas o amor é que leva ao sexo entre marido e mulher. O sexo fora do casamento é pura carnalidade e nada tem de amor. Como dissemos antes, há pessoas que querem ser santos de mais, o marido não pode dar um abraço que a mulher logo diz; para com isso, isso não é necessário, mas é necessário sim, pois o ato sexual se torna muito melhor tendo contato corporal completo, e para isso ambos deverão acariciar todo corpo um do outro. Faz-se necessário entender que aquela é a hora do prazer da carne sem pecado e que isso foi o próprio Criador que proporcionou para os casais.  Na hora do sexo não é nada errado um acariciar as partes intimas um do outro, isso aumenta o prazer de ambos. Existem homens que são piores do que animais porque os animais praticam o sexo por instintos, mas respeitam suas fêmeas só as procuram quando estão no tempo certo enquanto muitos homens faltam só estuprar suas mulheres. Há necessidade de se preocuparem um com o outro em tudo, na vida conjugal, no amor, na parte sexual, na saúde na doença e tudo com máximo respeito.

Conheci um homem que não tinha respeito com sua esposa, na presença de qualquer pessoa ele passava a mão nela e ainda se referia ao corpo dela para o ato sexual que se daria a noite, deixando-a ao alvo de galanteios e cantadas indesejáveis. Como ela era uma senhora de respeito isso era muito humilhante, esse ato é um absurdo que poderá levar o lar a uma tragédia. Cabe ao esposo preservar sua esposa dessas humilhações infames, pois ela faz parte de si, a consideração deve ser recíproca, porque pela Bíblia se tornaram uma só carne (Marcos 10:8) “E serão os dois uma só carne e, assim, já não serão dois, mas uma só carne”.

A Palavra de Deus diz que a mulher sábia edifica sua casa, (Provérbios 14:1) “Toda mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola derriba-a com as suas mãos”.

A esposa nunca deverá aceitar essas baixarias e exigir respeito que lhe é devido, a mulher que aceita essas coisas é tola e derriba sua própria casa.

O homem que assim procede não passa de um tolo, ignorante, tal como o que pratica sexo oral ou anal.

O marido deve retribuir a esposa o que lhe é devido, (1 Coríntios 7:3) “O marido pague à mulher a devida benevolência, e da mesma sorte a mulher, ao marido”. No amor de Cristo, (Efésios 5:25) “Vós, maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela”.

Esse amor, respeito e consideração deverão ser recíprocos, com ordem e decência, (1 Coríntios 14:40) “Mas faça-se tudo decentemente e com ordem”. Em resumo: Deus é santo, (Isaías 6:3) “E clamavam uns para os outros, dizendo: Santo, Santo, Santo é o SENHOR dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória”. E assim Ele requer que também sejamos santos em toda nossa maneira de viver, (1 Pedro 1:15 e 16) “Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver, porquanto escrito está: Sede santos, porque eu sou santo”.

Perguntaram-me sobre posições para manterem relações sexuais, sobre isso só existe dois versículos um em (Cantares 2:6) “A sua mão esquerda esteja debaixo da minha cabeça, e a sua mão direita me abrace”. E (Cantares 8:3) “A sua mão esquerda esteja debaixo da minha cabeça, e a sua direita me abrace”. Uma simples alusão de posição de quem está deitado ou deitada. O mais que existe são pensamentos de homens, portanto as posições devem serem em comum acordo entre o marido e a mulher, agachado, deitado, de pé, por baixo, por cima e outros, sendo no lugar certo não vejo nada demais, porém tem que ser de maneira que seja bom para os dois em acordo entre ambos e nunca obrigado. Muitos obreiros não têm coragem de falar detalhadamente sobre esse assunto, e eu pergunto, eles praticam o sexo só de um jeito, sempre a mesma posição? Da para crer?

Hoje há no mundo homens e mulheres que vendem seus corpos, praticam o sexo de qualquer jeito e atendem chamadas telefônicas indo na casa dos interessados, isso fazem  por dinheiro, um comercio diabólico.

Problemas na área Sexual.

Poderão surgir problemas na área sexual tanto no homem como na mulher, o homem pode ter problemas na ereção, na libido e na ejaculação precoce, mulher pode ter problema de frigidez, na libido, inflamação vaginal, no útero, nas trompas e outras coisas que dificultarão o ato sexual, mas para tudo tem recursos, deve o casal procurarem um medico e exporem a situação, pois existe tratamentos para isso com medicamentos. Para os homens existem além dos medicamentos próteses penianas. Os profissionais da medicina saberão como resolverem os problemas tanto dos homens como das mulheres.

Acontece que muitos têm vergonha de expor aos médicos esses problemas e quando não conseguem ter o orgasmo culpam as mulheres. Os homens devem procurar um urologista e as mulheres um ginecologista e muitas vezes esses médicos além do tratamento ainda aconselham a passarem por um sexólogo e o problema pode até ser psicológico, expor esses problemas ao medico não é vergonhoso, é simplesmente normal.

Todos os homens e mulheres ao chegarem à idade terão por certo, problemas nessa área. Alguns acham que não tem mais jeito e que encerrou as atividades sexuais e se deprimem ficando enfermo indo até ao desespero, mas fique sabendo que a idade não acaba com atividade sexual, ela diminuem, mas não termina. Abraão com cem anos e Sara com quase essa idade geraram Isaque e depois que Sara faleceu Abraão casou-se novamente e gerou outros filhos. Quando Sara disse como iria gerar filhos porque já eram velhos ela não disse de modo algum que tinham cessado as atividades sexuais, somente se referiu a impossibilidade por vias normais de se engravidar. Certa ocasião um medico me disse que enquanto o homem vive ele terá atividade sexual, com menos freqüência é claro, a menos que ele teve problemas muito serio nessa área. 
 

Ciúmes entre o Casal.

O que é ciúmes? Ciúmes é zelo excessivo, é encontrar se na rivalidade é o mesmo que inveja desconfiança e etc. Existem escritores que qualificam o ciúme como doença preta que mata. Onde existem ciúmes não existe confiança e muito menos o amor, e poderão levar a destruição o lar e isso muitas vezes sem um pingo de razão ou motivo para tal.

Ciúme é Provocado pelo Inimigo.

O ciúme é furioso (Provérbios 6:34) “Porque furioso é o ciúme do marido; e de maneira nenhuma perdoará no dia da vingança”. O ciúme provoca contendas, divergências, vem da carne e provoca todos os dissabores no meio familiar (1 Coríntios 3:3) “Porque ainda sois carnais, pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois, porventura, carnais e não andais segundo os homens”?

Ele faz a imagem errada da realidade, até já existiu uma imagem de ciúmes na entrada do caminho e isso é perigoso para todos principalmente no sentido espiritual, confira o que diz o profeta (Ezequiel 8:5) “E disse-me: Filho do homem, levanta, agora, os teus olhos para o caminho do norte. E levantei os meus olhos para o caminho do norte, e eis que da banda do norte, à porta do altar, estava esta imagem de ciúmes, à entrada”.

Cuidado, não deixe a imagem de ciúmes chegar à porta do teu coração porque será a ruína da tua vida e até da tua família. Ciúmes nunca foi sinal de amor e sim de desconfiança, o amor é fruto do Espírito veja o que Paulo diz em (Gálatas 5:22) “Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade”.

Devemos ter zelo e cuidado, isso sim, quando a pessoa perceber que está havendo perigo nessa área aí então devemos ter o cuidado e com amor alertar o esposo ou a esposa do perigo que podem estar ocorrendo. Porque hoje existem muitos atrevidos e atrevidas que procuram tentar o crente sincero, nesse caso o dever do esposo ou esposa usar de sabedoria e com oração alertar o que está sendo tentado para que o inimigo não venha provocar tragédia familiar.

Sempre Existiram Ciúmes.

Sempre existiram ciúmes e quase sempre provoca separações e tragédias porque ele faz a pessoa se queimar em ira, Salomão escreveu a respeito em (Provérbios 6:34) “Porque furioso é o ciúme do marido; e de maneira nenhuma perdoará no dia da vingança”. O amor é forte como a morte, mas o ciúme é duro como a sepultura, está escrito em (Cantares 8:6) “Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, labaredas do SENHOR”. Para o cristão o ciúme deve ser do passado e nunca do presente, leiamos em (Filipenses 3:13) “Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam e avançando para as que estão diante de mim”.

Ciúme não Livra Ninguém da Traição.

O ciúme não livra a pessoa de uma traição, assim sendo o que fazer se houver traição? Mesmo havendo realmente traição podem-se evitar tragédias, espancar ou matar nada resolve. Vão parar na justiça e a família (filhos estarão sem o carinho e proteção dos pais, estarão enrolados por bom período da vida). Existem leis que podem amenizar um pouco.

Uma traição sempre é terrível, até Cristo teve um traidor, (Judas), mas temos duas opções que poderão ser tomadas:

1º­) Perdoar, esquecer e viver juntos como se nada tivesse acontecido, isso é cruel e duro para suportar, mas não é impossível. Tenho exemplo o exemplo de minha mãe que depois de 29 anos de separação, a amante do velho morreu e minha mãe o perdoou e ainda viveu com ele entorno de 15 anos sem nunca lhe lançar em rosto. Perdoou mesmo, com o perdão bíblico.

2º) Levar à justiça solicitando separação (divorcio) e viverem suas vidas como quiserem. O cristão tem que perdoar para a salvação da alma, porém, para continuarem a viver juntos com vida normal será decisão de cada um. Usar de violência, ou matar não cabe ao cristão, de modo algum.

Há homens que separam da esposas por ciúmes, vive como querem e não admitem que elas se casem, viram uma fera, mas não estão separados? Os direitos são iguais e separados estão livres como antes de se casarem.

Deveres do Casal.

Amarem-se reciprocamente, ter confiança um no outro e não ficarem pensando coisinhas. Não colocando gravetos na cabeça. Tem tanto homem como mulher que vendo um ou o outro conversando com alguém do sexo oposto já se queima em ira, se estiver conversando com um ou uma ex-namorada ou ex-namorado perdem o controle promovem escândalos com gritos, palavrões e até ataques físicos. Nesses casos para onde foram à confiança e o amor?

Examinemos o que o Apostolo Paulo diz em (Efesios 5:22 a 25) “Vós, mulheres, sujeitai-vos a vosso marido, como ao Senhor porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seu marido.Vós, maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela”. Quem ama confia, quem desconfia não ama. Se o marido desconfiar da esposa ou a esposa desconfiar do marido procure examinar tudo com calma e tomar a decisão correta sem escândalo para não cometerem graves erros. Cuidado com os ensinos bíblicos.

Masturbação

Pouco temos para falar sobre masturbação porque eu nada encontrei sobre esse assunto na Bíblia, assim sendo é muito perigoso querer formar aqui uma lei. Vou dizer o que já ouvi nesses cinqüenta e poucos anos na Igreja.

O que é masturbação?

Todos sabem que masturbação é manipular os órgãos genitais até chegar ao orgasmo isoladamente, a sós, sem a presença da companheira ou do companheiro, também pode ser praticado em conjunto marido e mulher um para o outro.

Uns alegam que é pecado apresentando o que está escrito em (Gênesis 38:8 a 10) “Então, disse Judá a Onã: Entra à mulher do teu irmão, e casa-te com ela, e suscita semente a teu irmão. Onã, porém, soube que essa semente não havia de ser para ele; e aconteceu que, quando entrava à mulher de seu irmão, derramava-a na terra, para não dar semente a seu irmão. E o que fazia era mau aos olhos do SENHOR, pelo que também o matou”.

Se observarmos bem o que está escrito chegaremos a conclusão que ele não masturbava, mas ao entrar à mulher e ao chegar o orgasmo ele afastava da mulher derramando os espermatozóides na terra. E Deus o matou pela desobediência, pois não quis suscitar semente para seu irmão.

Outros crêem que a masturbação é um meio da pessoa praticar o sexo a sós e ter o gozo sexual sem pecar, porém, se a pessoa praticar pensando em alguém que desejava possuir estará pecando sem duvida. Acredito eu, que uma pessoa pode realizar esse ato sem estar pensando em ninguém, porém, eu nada digo a respeito. Quando a pessoa achar que tem necessidade examine a si mesmo e decida se pratica ou não. Se praticar masturbação pensando em alguém que não seja a sua esposa ou seu esposo, não há duvida que estará pecando mesmo. Jesus disse que basta pensar em outra mulher já pecou, veja o que está escrito em (Mateus 5: 27 e 28) “Ouvistes que foi dito aos antigos: Não cometerás adultério. Eu porém, vos digo que qualquer que atentar numa mulher para cobiçá-la já em seu coração cometeu adultério com ela”.

Esse assunto é muito polemico, não temos como afirmar nem um coisa nem outra são meros pensamentos, se você achar que é pecado ou tiver duvida não pratique. Fica a critério de cada um! Sem duvida nenhuma é um ato carnal!

Epílogo

O sexo entre esposo e esposa foi concedido por Deus e é um prazer sem pecado, esse não trás duvidas, porém, nunca pratiquem sexo anal, ou sexo oral porque estarão cometendo pecados terríveis. Poderão ser condenados eternamente.
Em tudo devemos nos orientarmos pela Palavra de Deus.

Pr. Ismar Vieira Malta

<<<VOLTAR